MENU

Decoração clássica: conheça o estilo e saiba como usar no seu espaço

A decoração de ambientes possui o papel de imprimir no espaço físico as sensações e impressões adequadas a quem o frequenta. Sendo assim, ela precisa se comunicar de modo eficaz com diferentes personalidades e causar encantamento por meio de luzes, cores e formas especiais.

Para quem deseja criar uma atmosfera em que elegância, beleza e sofisticação estejam em harmonia, a decoração clássica pode ser a ideal, pois é composta de elementos requintados e atemporais, como tecidos de alta qualidade, móveis robustos e detalhes que agregam valor estético – resultando em um ambiente envolvente e acolhedor.

sala de jantar com abajures na decoração clássica
Privèlle, Plaenge em Maringá

Neste artigo, vamos falar sobre a decoração clássica, destacando quais são as características predominantes e também dando sugestões de como aplicá-las em seu ambiente. Te convidamos a conhecer e vivenciar esse estilo rico em histórias, tradição e muito requinte.

Características da decoração clássica

O termo "clássico" normalmente está carregado de sentidos. Na literatura, os autores clássicos são aqueles cuja obra permanece importante mesmo depois de diferentes gerações; na moda, o estilo clássico remete a roupas discretas em cortes tradicionais; já na decoração, o clássico está atrelado ao estilo que nasceu na Antiguidade e permanece por milhares de anos de maneira atemporal e moderna, ganhando cada vez mais releituras que adequam o estilo original ao olhar contemporâneo.

Portanto, em todos os contextos, o clássico é aquilo que oferece qualidade, sofisticação e atemporalidade em diferentes sentidos.

Em suas origens, o estilo clássico esteve presente na arquitetura europeia – em templos, palácios e teatros – especialmente na Grécia Antiga. O requinte e a valorização dos detalhes eram as características que marcavam as construções da época, tornando esse estilo muito apreciado por todo o mundo.

quarto de casar com parede em marmore
Vitra, Plaenge em Campinas

Algumas características que impressionaram e deram imortalidade a esse tipo de decoração foram:

  • colunas grandes e robustas, com acabamento entalhado;
  • pé-direito alto, com amplitude para salões amplos e luxuosos;
  • ornamentos rebuscados para complementar a decoração;
  • materiais nobres na confecção de móveis, utensílios e acessórios (mármore, madeira maciça, pedras preciosas)
  • cores em tons sóbrios, com pouca variação;

Leia também: Moderno e Clássico: conheça o Évora - Plaenge

5 passos para usar a decoração clássica no seu ambiente

Aplicar o estilo clássico na sua casa, apartamento ou escritório não significa retomar cada característica mencionada anteriormente e adicioná-la ao seu ambiente. Hoje, a decoração clássica ganhou novas roupagens e une a essência de seu início com os aspectos modernos e contemporâneos que foram se incorporando com o passar do tempo.

Sendo assim, a decoração clássica deve apresentar apenas a essência dos elementos mais marcantes do estilo sem deixar de lado as tendências. Confira algumas dicas para fazer essa decoração na sua casa ou apartamento:

1. Aposte em móveis robustos de madeira

Em muitas decorações clássicas, a mobília recebe o papel de protagonista. Os móveis se destacam pela imponência e pelo primor nos detalhes, seja nos pés, nos puxadores ou nos estofados. Eles têm aquele ar de antigo, mesmo sendo novos. Pois normalmente são feitos em madeira maciça – não em pino, como a maioria dos móveis atuais –, e são entalhados ou até mesmo esculpidos nos mínimos detalhes.

As mobílias são grandes e não possuem linhas retas. Os detalhes trabalhados, por sua vez, são curvados, criando o efeito contrário de simplicidade e minimalismo: os traços curvados deixam o acabamento final mais charmoso, luxuoso e marcante.

decoração clássica em sala de estar com parede na madeira
Legit, Plaenge em Maringá

2. Combine cores neutras e sofisticadas

As cores neutras compõem grande parte da cartela de cores na decoração clássica. A união entre o branco, o bege, o castanho e o creme é uma das principais responsáveis pela elegância dos detalhes, pois garante o equilíbrio visual entre as informações dispostas nos itens decorativos.

Além das neutras, algumas outras cores se fazem presentes nas composições, como é o caso do preto, dourado, prateado, rosa, azul e verde escuro.

quarto de casal com almofadas coloridas e parede cinza
Grand Palais, Plaenge em Londrina

3. Invista em abajures e lustres

A iluminação contribui na decoração com lustres e abajures de luz quente – mais amarelada – e pouco intensa. As luminárias seguem o mesmo estilo dos demais itens: são primorosas, feitas em materiais nobres e cheias de detalhes.

Nos lustres, os cristais e o metal dourado são as principais apostas, justamente pela riqueza em detalhes que esses materiais podem oferecer. Nos abajures, os tecidos nobres e detalhes no acabamento agregam valor em pontos específicos dos móveis para deixar a iluminação mais aconchegante.

4. Complemente com ornamentos

Alguns adornos funcionam como elementos chave na decoração, pois complementam o espaço de modo estratégico e bem composto. No caso da decoração clássica, os ornamentos são fundamentais, pois dão aquele toque especial que o estilo exige.

Alguns exemplos de objetos que atendem bem a esse estilo são:

  • espelhos;
  • molduras;
  • quadros com obras de arte renomadas;
  • arranjos de flores;
  • candelabros;
  • abajures;
  • lustres;
  • livros.
vasos e decorações na decoração clássica
Signature, Plaenge em Maringá

5. Escolha materiais nobres

Já falamos ao longo do texto sobre os materiais que marcam o estilo clássico, que podem fazer muita diferença no resultado final da composição. Esse tipo de decoração pede texturas mais expressivas, que passam a ideia de riqueza, robustez e, ao mesmo tempo, delicadeza em formas.

Os principais materiais nesse sentido são:

  • madeiras em geral;
  • veludo;
  • ouro;
  • bronze;
  • prata;
  • cristal;
  • mármore;
  • pedras preciosas;

A escolha do material vai depender do local onde vai ser aplicado e do nível de sofisticação que deseja alcançar. A madeira, por exemplo, é muito usada nos móveis da sala; o ouro, nas molduras; o cristal, nas luminárias, e o veludo, nos estofados.

sofá de veludo azul na decoração clássica
Grand Palais, Plaenge em Londrina

O ideal é que exista a harmonização entre os elementos citados para criar um projeto que seja a sua cara. E isso é importantíssimo: ao decorar, coloque sua personalidade nos elementos dispostos no ambiente, como dissemos no início do texto, e aproveite esse momento para tornar seu lar mais confortável e aconchegante.

Vale lembrar que o estilo clássico é atemporal e por isso investir nele não tem erro – sempre vai estar em alta nas tendências do design. E se quiser saber mais sobre decoração atemporal, confira nossas recomendações no post "As vantagens da decoração atemporal: dicas para deixar o apartamento atual".

E claro, confira mais tendências e arquitetura aqui, em nosso blog – temos vários conteúdos feitos especialmente para você.

Tags: , , , , ,

OUTROS POSTS

NEWSLETTER

Fique por dentro das novidades e receba conteúdos exclusivos

IR PARA A PLAENGE

Baixe o nosso Plaenge APP
e faça parte do clube

Aplicativo Plaenge
QR Code