MENU

Feliz aniversário! Cinco traços marcantes da história de Curitiba

mar 31, 2020 Universo Plaenge

No dia 29 de março, Curitiba completa 327 anos repleto de história e cultura. Com população de quase dois milhões de habitantes, a capital do Paraná é sempre lembrada pelo planejamento urbano, parques e áreas verdes e, claro, pelo friozinho característico.

Separamos alguns traços marcantes da cidade para celebrar seu aniversário:

O nome da cidade

Crédito: Divulgação SMCS

Conta a lenda que os primeiros desbravadores da cidade, ao se encontrarem sem alimentos às margens do Rio Atuba, procuraram o cacique Tindiquera pedindo que ele os mostrasse onde poderiam prosperar e encontrar alimento. O cacique andou muito e na região onde hoje está a Praça Tiradentes fincou sua lança no chão dizendo Taki Keva (aqui) Kur yt yba (muito pinhão).

Coincidência ou não - a cidade tem nome de comida -, Curitiba possui uma cena gastronômica bastante rica. Ótimo para os amantes da boa mesa. 

Retrato

Jean-Baptiste Debret

O primeiro retrato da cidade foi pintado por Jean-Baptiste Debret em 1827. O artista francês pintou diversas paisagens brasileiras no século XIX e Curitiba foi uma delas. Na imagem um homem negro trabalha na construção da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, localizada no alto do bairro São Francisco.

Herança étnica

Curitiba tem uma grande diversidade cultural, fruto das diferentes etnias e nações que a colonizaram. A arquitetura, gastronomia e até o sotaque são frutos dessa miscigenação. Uma das teorias que explicam o jeito de falar curitibano diz que os moradores da cidade procuravam falar todas as sílabas de forma bem clara, para que todo tipo de gente pudesse entender.

A cidade preserva muito dessa herança em parques, praças e memoriais.

Parque Tingui, uma homenagem aos povos indígenas da região; Praça Zumbi dos Palmares, homenagem aos povos de etnia africana; Santa Felicidade, o bairro italiano de Curitiba; Bosque Alemão; Memorial Polonês; Memorial Ucraniano; Praça do Japão, Praça da Espanha; Bosque de Portugal; Memorial Árabe; Largo da China.

Inovação

Curitiba tem uma tradição inovadora. Foi a primeira cidade do Brasil a ter um Centro Cívico, antes mesmo de Brasília. Também foi a primeira a ter um calçadão exclusivo para pedestres, medida essa que foi polêmica quando criado, em 1972, o calçadão da Rua XV de Novembro. Hoje o local é conhecido como Rua da Flores e atrai muita gente e turistas de todos os cantos. A cidade também foi pioneira em seu planejamento urbano e transporte coletivo. As famosas estações de ônibus em formato de tubo são uma atração da cidade. Hoje Curitiba tem um polo para desenvolvimento de tecnologia e inovação, o Vale do Pinhão.

Capital Ecológica

Crédito: Divulgação SMCS

Curitiba é uma referência em cuidado ambiental na América Latina. A cidade foi uma das pioneiras em coleta seletiva de lixo e já foi considerada a mais verde do continente pelo Green City Index (Índice Verde de Cidades), realizado pela Siemens com a Economist Intelligence Unit. A pesquisa considerou oito pontos de sustentabilidade: energia e emissões de CO2, opções de transporte, água, gestão de resíduos, qualidade do ar, saneamento, construções verdes e governança ambiental global.

A cidade possui 34 áreas de preservação ambiental, entre parques e bosques, e é a capital com o maior número de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) no Brasil. Muitos destes parques servem como áreas de lazer, conservação da fauna e flora e outras funções ambientais importantes. Os parques Barigui, Tanguá e Tingui, por exemplo, protegem o leito do Rio Braigui e ajudam na contenção de cheias.

Texto: Mário Malschitzky | Marketing Plaenge

Fotos: Pedro Ribas

Tags: ,

OUTROS POSTS

IR PARA A PLAENGE

Baixe o nosso Plaenge APP
e faça parte do clube

Aplicativo Plaenge
QR Code