28 | março

Copom mantém taxa básica de juros em 7,2%

Fraco desempenho industrial e pressões inflacionárias podem, entretanto, forçar alteração do índice atual

 

Na segunda reunião do ano, realizada em março, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) manteve a taxa básica de juros (Selic) em 7,25% – o menor nível desde 1996 –, exatamente como previa a maioria dos analistas de instituições financeiras. A taxa está no atual nível desde outubro de 2012 e assim deve permanecer pelo menos até a próxima deliberação do Copom, em 17 de abril.

Copom mantém taxa básica de juros em 7,2%Segundo o boletim Focus, divulgado pelo BC, a maioria dos analistas financeiros da iniciativa privada acredita que a Selic deve se estabilizar, ainda que a curto prazo. A medida seria uma forma de estimular a retomada da atividade econômica, que cresceu apenas 0,9% no ano passado, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Grande parte das instituições financeiras têm a perspectiva de que o patamar permaneça em 7,25% até o final do ano. No entanto, começam a surgir defensores de uma sutil elevação da Selic para um combate efetivo à inflação.

A retomada do crescimento econômico, no entanto, é uma das grandes preocupações do mercado. No início de março, O IBGE divulgou a Pesquisa Industrial Mensal Produção Física – Brasil (PIM-PF). De acordo com o estudo, a indústria teve queda de 2,6% na produção no ano passado. É o primeiro resultado negativo desde 2009, quando a indústria ainda sentia os efeitos da crise financeira mundial e teve uma queda de 7,4%. No ano de 2011, a indústria teve um aumento de 0,4% na produção.

 

Texto: NQM Comunicação, Curitiba-PR.