26 | junho

Na obra, com muito orgulho

Encarregada de pedreiro deixou a função de babá para trabalhar na construção dos empreendimentos da Plaenge, onde conseguiu novas oportunidades profissionais

Por Carolina Avansini

Gente de Valor • Plaenge • Leide Daiana Zeferino da Silva

A encarregada de pedreiro Leide Daiana Zeferino da Silva, 33 anos, tem uma trajetória profissional diversificada. Depois de exercer as funções de caixa de farmácia e babá, além de passar uma temporada em Portugal, a mãe dos adolescentes Jully e Ruan resolveu encarar novos desafios. Influenciada por duas tias que já trabalhavam em obras da Plaenge, ela se candidatou a uma vaga como servente de pedreiro em uma terceirizada da empresa, motivada pela vontade de obter um trabalho que oferecesse mais estabilidade e melhor remuneração.

Gente de Valor • Plaenge • Leide Daiana Zeferino da Silva

A preocupação com a própria família foi o que levou a trabalhadora, que sempre gostou de lidar com crianças, a dar uma guinada na vida. “Entrei como terceirizada, mas com objetivo de ser contratada pela Plaenge. Sabia que era uma empresa sólida e que eu teria chance de crescer”, recorda.

Dedicada, logo foi chamada para integrar os quadros próprios da construtora, onde foi conseguindo novas oportunidades profissionais. Fez curso de azulejista e, por ser detalhista, acabou encarregada pelo check list dos acabamentos. “Estou na minha quarta obra, com muita vontade de progredir cada vez mais. A construção civil oferece muitas oportunidades, inclusive para as mulheres”, diz ela.

O cuidado com os detalhes foi desenvolvido na época em que era babá e tinha que se responsabilizar por toda a rotina de uma criança. Nas obras, ela garante exercer o mesmo espírito de atenção e respeito pelo lugar onde, no futuro, vão viver muitas famílias. “O ambiente das obras é ótimo. Todos me tratam com respeito e dignidade”, revela.

Gente de Valor • Plaenge • Leide Daiana Zeferino da Silva

Leide Daiana e o Sr. Carlos Amadeu

Animada, Leide garante conquistar os colegas com o jeito de “mãezona” que faz parte da sua personalidade. “Procuro valorizar o lado bom das pessoas e promover a harmonia no ambiente de trabalho”, ensina ela, que sente muito orgulho a cada vez que finaliza um empreendimento. “Também tenho muito orgulho por ser mulher e exercer esta profissão.” O orgulho é compartilhado com toda a família, que de vez em quando passa pelas obras para conferir o trabalho da esposa e mãe.

Feminina, a trabalhadora não abre mão da vaidade nem mesmo durante o expediente. “Faço escova no cabelo e sempre trago batom e rímel. Minha vida é muito gratificante, sou feliz com o que faço e me sinto realizada”, encerra.

Acompanhe o vídeo sobre Leide Daiana:

 

 

Fotos: Gabriel Teixeira

Faça seu comentário

Nome:

E-mail:

Mensagem: limite de caracteres 1500.

Entrar pelo Facebook

Código da validação

Nenhum comentário