23 | julho

Plaenge Abraça | Educandário Getúlio Vargas

Entidade que tem 75 anos, iniciou atividades abrigando crianças, filhos de pais com hanseníase, hoje leva educação e promoção social para mais de 280 assistidos de 1 a 15 anosTela Plaenge Abraça - Educandário Getúlio Vargs

Com 75 anos de história, o Educandário Getúlio Vargas, mantido pela Sociedade Eunice Weaver de Campo Grande, tem em sua história o carinho e amor pelas crianças. Tudo começou em 1944, quando a entidade foi fundada com a missão primeira de dar abrigo aos filhos de pais com Hanseníase.

Com o advento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) em 1990, o objetivo principal do Educandário sofreu algumas alterações e passou a proteger, prevenir e promover as crianças e jovens assistidos de 01 a 16 anos de idade em muitas de suas necessidades. Atualmente, o local conta com 280 crianças e adolescentes e 52 funcionários.

A diretora-presidente do Educandário Getúlio Vargas, Nelly Maksoud, relembra que os atendimentos aos assistidos começavam desde crianças e iam até a maioridade. “As crianças viam com um dia de vida para cá e nos atendíamos os recém-nascidos. E eles ficavam aqui até a maioridade. Assim o Educandário começou a funcionar”.

Com a mudanças trazidas junto ao ECA, o Educandário realiza trabalhos bem definidos como Educação Infantil, com crianças de 01 a 06 anos, compreendendo Maternal, Nível I, Nível II, Nível III e Pré-Escola. Nessa fase, os assistidos contam ainda com Brinquedoteca, oficina de Informática, Biblioteca e Musicalização, acompanhados de uma equipe pedagógica e multidisciplinar.

Já para os mais grandinhos, de 07 a 16 anos, que estudam em outras escolas, tem no Educandário um contra-turno, com várias atividades extracurriculares Karatê, Dança, oficina de Bordados e Biscoitos, Coral, Violão, Informática, oficina de Oração – respeitando a individualidade de cada um, além de Leitura e Interpretação de Textos, Boas Maneiras, oficina de Manicure, Depilação e Maquiagem e na Padaria da instituição. As crianças e adolescentes participam semanalmente também de uma Oficina de Culinária, sob a orientação de uma nutricionista. Tudo com acompanhamento de uma equipe multidisciplinar capacitada.

“Damos todo tipo de atendimento, aí eles ficam aqui até seus 16, 17 anos, aprendendo as profissões, como todo tipo de atendimento psicológico, fonoaudiologia, nutrição, além claro da parte cultural”, explica Nelly.

Nelly Maksoud (2)

Educandário Getúlio Vargas: 75 anos de história de amor e acolhimento de jovens e adolescentes de famílias carentes

Parceria com a Plaenge

Nelly afirma que a parceria com a construtora começou há cerca de 5 anos, quando houve uma indicação do trabalho do Educandário Getúlio Vargas por um colunista social. “O colunista Jefferson de Almeida indicou o Educandário para um jantar lá no espaço da Plaenge (Central de Apartamentos Decorados) e ali, começou uma relação de amizade e de muita gratidão também do Educandário, porque a Plaenge sempre foi amiga, solidária e simpática a nossa causa”.

Todos os recursos levantados com as vendas das entradas para os jantares eram revertidos 100% em prol do Educandário Getúlio Vargas, auxiliando no pagamento de funcionários, como férias e até 13º salário, garantindo assim a permanência dos profissionais e atendimento com qualidade das crianças.

A parceria entre a instituição e a Plaenge continua, com a realização de outros eventos como, por exemplo, a venda de livros que são utilizados na Central de Apartamentos Decorados. Toda a renda sendo destinada para o Educandário Getúlio Vargas.

“Nós sempre precisamos de ajuda das empresas para manter as atividades e ter a Plaenge como uma empresa amiga, nos deixa imensamente felizes e satisfeitos. Porque todas as pessoas que vem visitar o Educandário sentem um ambiente agradável e acolhedor para as crianças, o que reafirma nosso trabalho”, finaliza.

 Abaixo você confere vídeo de depoimento de Nelly Maksoud. Mais informações sobre a instituição, o telefone é (67) 3351-6172

 

Nelly Maksoud é a sexta personalidade a participar da série Plaenge Abraça, uma ideia que surgiu após um balanço das ações que a empresa realizou em mais de três décadas de atuação em Campo Grande. A iniciativa tem o objetivo de confirmar o papel do Grupo Plaenge em participar de forma positiva com as instituições e ampliar sua rede de parceiros.

Leia mais em: blog.plaenge.com.br/

__
Texto: Marcelo Varela, assessor de imprensa em Campo Grande.